Pular para o conteúdo
Início » Blog » Estou Falhando Na Hora H

Estou Falhando Na Hora H

Estou Falhando Na Hora H

Estou Falhando Na Hora H, e agora?

Você não está sozinho. Muitos homens e mulheres enfrentam momentos em que a performance sexual não atende às expectativas. A frase “estou falhando na hora h” pode ser aterrorizante, mas é importante entender que isso é mais comum do que você imagina.

Neste blog, vamos abordar esse problema delicado e fornecer informações valiosas sobre as causas subjacentes, os fatores psicológicos envolvidos e, o mais importante, como superar esse obstáculo em sua vida sexual. Afinal, a saúde sexual é uma parte importante da saúde geral e do bem-estar emocional.

Causas Físicas e Psicológicas da Disfunção Erétil

A disfunção erétil (DE), também conhecida como impotência sexual, é a incapacidade persistente de obter ou manter uma ereção suficiente para uma relação sexual satisfatória. Ela pode ser causada por uma variedade de fatores, tanto físicos quanto psicológicos, e, às vezes, uma combinação de ambos. Abaixo, descrevo algumas das principais causas físicas e psicológicas da disfunção erétil:

Causas Físicas:

  1. Doenças Cardiovasculares: Problemas no sistema circulatório, como aterosclerose (acúmulo de placas nas artérias), hipertensão arterial e doença arterial coronariana, podem afetar o fluxo sanguíneo para o pênis, dificultando a ereção.
  2. Diabetes: A diabetes pode causar danos aos nervos e aos vasos sanguíneos, prejudicando a capacidade de um homem em obter e manter uma ereção.
  3. Problemas Neurológicos: Doenças neurológicas, como esclerose múltipla, doença de Parkinson e lesões na medula espinhal, podem interferir na comunicação entre o cérebro e o sistema genital, afetando a ereção.
  4. Efeitos Colaterais de Medicamentos: Alguns medicamentos, incluindo aqueles usados para tratar a pressão alta, depressão e certos distúrbios neurológicos, podem causar disfunção erétil como efeito colateral.
  5. Problemas Hormonais: Desequilíbrios hormonais, como baixos níveis de testosterona, podem influenciar a função sexual.
  6. Cirurgia ou Trauma: Cirurgias na região pélvica ou lesões traumáticas podem danificar os vasos sanguíneos e os nervos envolvidos na ereção.

Causas Psicológicas:

  1. Ansiedade: A preocupação excessiva com o desempenho sexual, o medo de não conseguir manter uma ereção e a ansiedade de desapontar o parceiro podem levar à disfunção erétil.
  2. Estresse: O estresse crônico, seja devido a problemas pessoais, profissionais ou financeiros, pode afetar negativamente a capacidade de um homem em ter uma ereção.
  3. Depressão: A depressão está associada a mudanças químicas no cérebro que podem influenciar negativamente a função sexual.
  4. Problemas de Relacionamento: Conflitos não resolvidos, falta de comunicação e problemas de relacionamento podem contribuir para a disfunção erétil.
  5. Baixa Autoestima: Sentimentos de inadequação, baixa autoestima e preocupações com a imagem corporal podem afetar a confiança sexual.

Como o Estresse Afeta a Performance Sexual?

O estresse pode ter um impacto significativo na performance sexual, afetando homens e mulheres de maneira semelhante. Aqui estão algumas maneiras pelas quais o estresse pode afetar negativamente a função sexual:

  1. Disfunção Erétil (DE) em Homens: O estresse crônico pode levar à disfunção erétil, que é a incapacidade de obter ou manter uma ereção suficiente para o sexo. Isso ocorre porque o estresse pode causar o estreitamento dos vasos sanguíneos e afetar o fluxo sanguíneo para o pênis, tornando mais difícil alcançar uma ereção.
  2. Diminuição do Desejo Sexual: O estresse prolongado pode diminuir o desejo sexual em homens e mulheres. A preocupação constante e a ansiedade podem fazer com que o sexo seja a última coisa em sua mente.
  3. Problemas de Lubrificação e Orgasmo em Mulheres: Nas mulheres, o estresse pode afetar a lubrificação vaginal e dificultar a obtenção do orgasmo. Isso pode tornar o sexo desconfortável ou insatisfatório.
  4. Ansiedade de Desempenho: O medo de não conseguir satisfazer o parceiro ou a preocupação com o desempenho sexual pode levar à ansiedade de desempenho. Isso pode criar um ciclo de ansiedade em que a pressão para ter um bom desempenho resulta em mais estresse e, por sua vez, em mais dificuldades sexuais.
  5. Interrupção dos Ciclos Hormonais: O estresse crônico pode afetar os níveis hormonais, incluindo o cortisol (o hormônio do estresse). Isso pode influenciar os hormônios sexuais, como a testosterona, afetando negativamente a função sexual.
  6. Problemas de Relacionamento: O estresse também pode causar conflitos em relacionamentos, resultando em tensão emocional e menos intimidade. Isso pode levar a uma diminuição do interesse sexual.
  7. Exaustão: O estresse prolongado pode causar fadiga crônica, o que pode fazer com que as pessoas estejam muito cansadas para o sexo.
  8. Mudanças no Foco e na Excitação: O estresse pode desviar o foco do momento presente durante o sexo, levando a dificuldades em se concentrar no prazer e na excitação.

é normal um homem falhar na hora h? falhar na hora h é normal?

Sim, é completamente normal que um homem possa enfrentar dificuldades em algum momento na vida em relação ao desempenho sexual, incluindo a situação de “falhar na hora H”. A disfunção erétil, também conhecida como impotência sexual, pode ocorrer por várias razões, e muitos homens experimentam isso em algum momento.

As causas da disfunção erétil podem ser físicas, psicológicas ou uma combinação de ambas. Algumas das causas mais comuns incluem ansiedade, estresse, problemas de relacionamento, problemas de saúde subjacentes, efeitos colaterais de medicamentos, entre outros.

A ansiedade, em particular, é uma causa comum de disfunção erétil. A preocupação excessiva com o desempenho sexual pode criar um ciclo de ansiedade que torna ainda mais difícil manter uma ereção.

É importante lembrar que uma ocorrência ocasional de disfunção erétil não é motivo para preocupação extrema. Isso pode acontecer com qualquer pessoa e não significa necessariamente um problema crônico.

No entanto, se a disfunção erétil se tornar um problema persistente e afetar significativamente a qualidade de vida ou a saúde emocional, é aconselhável procurar ajuda de um médico urologista ou terapeuta sexual. Eles podem ajudar a identificar a causa subjacente e recomendar opções de tratamento apropriadas.

Estilos de Vida Saudáveis para uma Vida Sexual Melhor:

Adotar um estilo de vida saudável é fundamental para manter uma vida sexual satisfatória. A saúde geral do corpo desempenha um papel crucial na função sexual. Aqui estão algumas dicas para promover um estilo de vida saudável que pode contribuir para uma vida sexual melhor:

  1. Mantenha uma Dieta Equilibrada: Uma alimentação saudável é essencial para a saúde geral, incluindo a saúde sexual. Consuma uma variedade de alimentos ricos em nutrientes, como frutas, legumes, grãos integrais, proteínas magras e gorduras saudáveis. Alguns alimentos, como os ricos em antioxidantes e em ácidos graxos ômega-3, podem promover a circulação sanguínea e a saúde cardiovascular, que são importantes para a função sexual.
  2. Exercite-se Regularmente: A atividade física regular melhora a circulação sanguínea, aumenta a energia e reduz o estresse, o que pode beneficiar a função sexual. O exercício também pode ajudar a manter um peso saudável e a reduzir o risco de problemas de saúde relacionados à sexualidade, como diabetes e doenças cardiovasculares.
  3. Mantenha um Peso Saudável: O excesso de peso pode estar relacionado à disfunção erétil e a outros problemas de saúde que afetam a sexualidade. Manter um peso saudável é importante para a função sexual adequada.
  4. Evite o Tabagismo e o Excesso de Álcool: O tabagismo e o consumo excessivo de álcool podem afetar negativamente a circulação sanguínea e a saúde sexual. Parar de fumar e limitar o consumo de álcool podem melhorar a função sexual.
  5. Durma o Suficiente: A qualidade do sono desempenha um papel fundamental na saúde geral e na libido. Tente manter uma rotina de sono consistente e garantir que esteja obtendo horas de sono suficientes.
  6. Gerencie o Estresse: O estresse crônico pode afetar negativamente a função sexual. Praticar técnicas de gerenciamento de estresse, como meditação, ioga, exercícios de respiração e relaxamento, pode ajudar a aliviar o estresse e a ansiedade.
  7. Mantenha a Higiene Sexual: A prática de uma boa higiene sexual, incluindo a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), é importante para a saúde sexual. Use preservativos quando apropriado e faça exames médicos regulares.
  8. Tenha um Relacionamento de Apoio: Um relacionamento saudável e de apoio pode contribuir para uma vida sexual satisfatória. Comunique-se abertamente com seu parceiro sobre seus desejos e necessidades.
  9. Evite o Uso de Drogas Recreativas: O uso de drogas recreativas pode afetar negativamente a função sexual. Evite o uso de substâncias que possam prejudicar a saúde sexual.

Lembre-se de que a saúde sexual é uma parte importante do bem-estar geral, e adotar um estilo de vida saudável pode ajudar a melhorar a função sexual e a qualidade de vida

Quando Procurar Ajuda Profissional?

Ideal sempre procurar ajuda de um urologista sempre que os problemas se mantiverem! Não tenha vergonha, e não deixe o tempo passar, pois quanto antes identificar a causa do problema, melhor será!

É possível consultar pelo plano de saúde?

sim, realizo atendimentos e cirurgias por diversos planos de saúde assim, como pelo saúde Bradesco, Amil, Sulamerica.

É possível realizar cirurgias pelo plano de saúde?

Sim, conseguimos realizar algumas cirurgias pela maioria dos planos de saúde.

Cirurgias nos principais hospitais de BH ( Mater Dei Bh, Vila da Serra, Uromaster) e clínica de urologia BH.

Procure sempre seu urologista, e mantenha seus exames em dia. Urologista BH, Uro BH, urologista em Nova Serrana, Urologista em Pará de Minas, Urologista Pitangui.

Gostou do artigo? Ainda tem dúvidas? acesse meu blog onde tenho outros artigos relacionados:

www.drleone.com.br/blog

www.imandrologia.com.br/blog

Deseja marcar uma consulta? online ou presencial?

Teleconsulta

Consulta Presencial

WhatsApp

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?